Resenha dos livros – Submissa? e Confissões de uma Viciada em Internet!

capa_kitOlá! Hoje começarei uma serie diferente no blog, que são as resenhas de livros que eu estou lendo, gostando e que vale a pena indicar. 

Começarei pelo livro que deu uma chacoalhada na minha vida espiritual – religiosa. Eu conheci a Fabiana Bertotti por um video amplamente divulgado nas redes sociais em que ela responde um leitor sobre o tema “Maquiagem e Santidade”. A forma como ela se portou e se posicionou sobre o assunto chamou a minha atenção, então resolvi segui-la no youtube para acompanhar seus vídeos e opiniões.


Submissa? {Todos têm um dono} 

Apesar de amar os livros em papel, eu gosto muito de ler pelo app Kindle, principalmente por conta da praticidade de ter o celular sempre a mão. Eu aproveitei uma promoção e aderi ao “Kindle Unlimited” que é uma assinatura mensal para ler quantos livros estiverem disponíveis no mês. Para minha alegria, o livro “Submissa” estava disponível para download, então mergulhei nas páginas bem escritas e da narrativa bem-humorada, característica dos escritos da “Fabi”.

Neste momento, você pode estar pensando: um livro cujo nome é “Submissa”, que foi escrito por uma “crente”, só pode falar que a mulher tem que obedecer o marido em todos os aspectos. Se pensou assim, você se enganou. O livro traz alguns aspectos relevantes da vida da mulher cristã, por exemplo, o julgo desigual, a maternidade, os cuidados com a saúde, a beleza, a vaidade, a fidelidade, a vida missionária e a busca pela excelência nos afazeres.

As minhas reflexões sobre esse livro foram:

  • Quem eu realmente sou? Faço o que eu gosto e tenho cumprido os propósitos de Deus em minha vida?
  • O que eu tenho feito para demonstrar o amor de Deus às pessoas? Deus sempre me deu tanto, como eu tenho retribuído? Quero dizer, além de agradecer a Ele todos os dias, o que tenho feito para os meus semelhantes?
  • Que é necessário separar um dia de descanso, de reflexão e meditação, pois Deus fez 7 dias na semana para eu usufruir de todos os benefícios que Ele me deixou; casa, família, trabalho, amigos, mas também determinou que haveria um dia para descansarmos.
  • Que o meu corpo é templo do Espirito Santo; que não devo invalidá-lo ou definhá-lo de modo que  incapacite qualquer função; assim, é necessário o bom cuidado dele, com alimentação balanceada, praticando exercícios físicos, e fazendo boas leituras.
  • Que a vida missionária não se restringe a levar ajuda aos africanos ou países pobres; você pode ser missionário no seu lar, com seus vizinhos, amigos próximos, ou com seus filhos (por exemplo, dando a eles uma criação amorosa, respeitosa, ensinando a respeitar ao próximo).
  • Que devo buscar sempre a excelência, seja como mulher, esposa, mãe ou profissionalmente.

O livro é relativamente fino e de leitura muito fácil. Gostei tanto que acabei comprando a versão impressa para virar livro de cabeceira.

Confissões de uma viciada em internet.

ÓBVIO que eu precisava ler esse livro! Nesta era informatizada, nós nos pegamos tão conectados que fica quase impossível nos desconectarmos por um dia sequer. Eu sou daquelas que fica o dia no celular, computador e, se deixar, chego no final do dia e me pergunto: “O que de produtivo eu fiz hoje?”. O livro expõe alguns malefícios de alguém estar conectado o tempo todo; e como historicamente a internet tomou conta de nossas vidas.

As minhas reflexões sobre esse livro foram:

  • Ansiedade e Impaciência. O fato de viver conectada, mesmo com duas crianças em casa, me deixa sempre em estado de alerta. Seja uma mensagem não lida no whatsapp, uma curtida de foto no instagram, ou as atualizações no facebook. Parece um poço sem fundo. Quanto mais mexe, mais dá vontade de mexer.
  • O tempo passa muito rápido quando estamos conectados. Quando percebo, já se foi uma hora. Os pequenos dormiram, e eu estava no celular fazendo absolutamente NADA. Eu me sinto completamente improdutiva.
  • Passei a analisar melhor conteúdos que estavam disponíveis. O que me acrescenta de alguma forma, eu assisto, leio e respondo. O que não vai me edificar, eu ignoro.
  • Sai de alguns grupos do whatsapp, passei a deixar o meu celular em casa ao sair e fiquei mais tempo sem conexão. Resultado: consegui tempo para estudar, ler, refletir sobre a vida; e para brincar, ler e pintar com minha filha.

Não é fácil abrir mão da internet. Nem precisamos disso, mas podemos reduzir substancialmente nosso tempo gasto com ela. Assim aproveitaremos mais o tempo livre com as pessoas à nossa volta: cônjuge, filhos, amigos e familiares; ou fazendo algo que nos edifique.

Anúncios

3 comentários em “Resenha dos livros – Submissa? e Confissões de uma Viciada em Internet!

  1. Oi, Nath!
    Eu amo os vídeos da Fabi! Ela fala de um jeito muito espontâneo e, ao mesmo tempo reflexivo, sobre questões importantes da vida cristã. Sou doida de vontade de ler os livros dela e depois que li suas resenhas fiquei com mais vontade ainda. 😉
    Parabéns pelo blog!!!
    Sucesso!!!
    Abraços.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s