Disciplinar? Uma tarefa repetitiva e cansativa!

Você já pensou em como seria fácil ter o equilíbrio emocional suficiente pra corrigir seu filho, da maneira mais calma, serena e rápida possível? É uma tarefa quase impossível, mas gostaria de te disponibilizar algumas ferramentas que não só vão te ajudar a saber como corrigir, como vai te possibilitar criar um padrão de disciplina no seu lar.

Disciplinar filhos é sempre uma tarefa árdua, difícil e que exige muuuito de nossa paciência. Nas últimas semanas eu enfrentei diversos momentos que minha vontade era gritar! Equilíbrio emocional foi testado, crianças amam testar nossos limites e é sobre isso que gostaria de conversar contigo!

Disciplina e Controle Emocional

Primeiramente se nós adultos capazes e maduros não conseguimos controlar totalmente nossas emoções, será que possível que nossos filhos sejam capazes de tal façanha? Não, é claro que não. Mesmo a criança mais esperta, doce e tranquila do mundo não nasce com equilíbrio e capacidade para controlar totalmente as emoções. Assim, o que isso significa pra você e para a sua visão sobre as ações do seu pequeno? Você agora tem condições de entender o mau comportamento de seu filho de um modo que lhe permita discipliná-lo com gentileza no contexto do verdadeiro significado da palavra: ensinar e orientar.

Seu pequeno não choraminga, reclama e se emburra porque está tentando manipulá-lo. Ele não é “mau” de propósito. Ele não se comporta assim apenas para irritá-lo. O mau comportamento do seu filho são resultado direto do fato de que ele não consegue controlar suas emoções. Isto é normal em termos psicológicos e biológicos.

Se você conseguir inserir essa premissa em suas rotinas diárias com seus filhos, não tenho dúvidas de que na adolescência será muito mais tranquilo pra vocês. Assim você terá a calma necessária para ajudar seu filho a aprender como desenvolver o controle emocional apropriado.

As Quatro Partes da Disciplina. 

Disciplinar é algo um tanto quanto conflituoso, pois queremos desfrutar da companhia dos nossos filhos, não queremos nos estressar por qualquer coisa. Porém, existem muitas coisas que nossos filhos precisam fazer ou deixar de fazer, e eles nem sempre escutam, nem sempre fazem o que desejamos ou se comporta como esperamos. O controle emocional deles é bem limitado. Por isso, Elizabeth Pantley, em seu livro ” Soluções para Disciplina sem choro” nos ensina 4 etapas da disciplina positiva e são essas etapas que utilizo no meu lar, para lidar com meus filhos. São elas:

  1. Corrigir o comportamento imediato
  2. Ensinar uma lição
  3. Dar instrumentos para construção da autodisciplina e controle emocional
  4. Construir o relacionamento entre pais e filhos.

Como eu tenho uma cabeça muito visual, acho que as coisas ficam melhor compreendidas quanto elaboradas em fluxogramas, decidi trazer isso pra realidade desse artigo.

Processo: Disciplinar Filho!

Disciplinar FilhoPreview

Exemplo 1  – Ataque de birra por um brinquedo

Exemplo 1Preview

Exemplo 2  – Brigas de competição por brinquedosExemplo 1Preview (1)

Exemplo 3  – Seu filho mordeu o braço de algum amigo

Exemplo 1Preview (2)

Caso você queira baixar as imagens: Acesse nossa página no facebook!

E você concorda ou não com essa visão de disciplina positiva? Se o artigo te ajudou compartilhe com as amigas, familiares!

 

 

 

 

About

Em processo de melhoria contínua. As únicas coisas definitivas em minha vida são: Meus tesouros (filhos), minha fé (Cristã), e meu Hobby (Cantar). Me formei Doula e Educadora Perinatal após ter vivenciado a maior experiência da minha vida: o parto natural domiciliar dos meus dois filhos. Desde então tudo que envolve o universo feminino e a maternidade enche meu inunda meu coração de amor. Minha missão: Levar o amor de Deus às mulheres em atos, poesias e reflexões.

No Comments

%d blogueiros gostam disto: